Homepage

 

Abstracts XIX Brazilian Congress of Nuclear Medicine

1. CARDIOLOGY

 

Indice/Contents

1.13 - MELHORA DA FUNÇÃO VENTRICULAR APÓS ANEURISMECTOMIA DE VENTRÍCULO ESQUERDO EM PACIENTE PORTADORA DE MIOCARDIPATICA CHAGÁSICA CRÔNICA.

Padrão, EL; Barroso, A L; Netto, E; Moura, EMF; MOTA, GSC; Alcântara, GAA; Meira, ZMA -Mater dei – Departamento de Medicina Nuclear - MG

O aneurisma da ponta do coração é observado em aproximadamente 67% dos portadores de Miocardipatia Chagásica Crônica (MCHC). Habitualmente, a acinesia apical é de pequena dimensão e não afeta a função ventricular (FV). Entretanto, quando a dilatação aneurismática é extensa, pode comprometer a FV. Apresentamos o caso de uma paciente com MCHC que foi submetida a ressecção de grande aneurisma apical. MGA, 35 anos. sexo feminino, portadora de MCHC, evoluiu com queixas de dispnéia aos médios esforços, palpitações e pré-sincope. Foi iniciado tratamento com Inibidor de Enzima Conversora, Diurético e Amiodarona, A propedêutica realizada evidenciava: Teste Ergométrico (TE) - taquicardia ventricular esforço induzia, com repercussão hemodinâmica no terceiro estágio de Bruce: Ecocardiograma Transtorácico (EIT) - ventrículo esquerdo (VE) com grande dilatação aneurismática discinética na região apical, demais câmaras com dimensões e função preservada e Fração de Ejeção (FE) de 32%; Estudo Eletrofisiológico, - taquicardia ventricular monomórfica (TVM) não sustentada induzida, durante a estimulação programada e TVM sustentada com indução espontânea pós-isoproterenol; Cinecoronariografia e Ventriculografia Esquerda - coronárias um lesões ateromatosas e VE com grande aneurisma e discinesia na porção apical; Ventriculografia Radioisotópica (VRI) - FE de 36% (incluindo aneurisma) e de 46% (excluindo aneurisma). A aneurismectomia foi indicada. Após um ano de correção cirúrgica, a paciente encontra-se assintomática, em classe funcional 1 da NYHA e em uso de amiodarona. Os exames realizados mostraram: TE - a paciente atingiu a terceira carga de Bruce sem apresentar arritmias e/ou isquemia. Comportamento hemodinâmico fisiológico; ETT - VE com formato anatômico e dimensões normais, FE de 57%; VRI - boa função global de VE com FE de 74%. Nesse caso, a realização de aneurismectomia proporcionou melhora da FV vistos ao ETT e VRI.

 

1.Cardiology |  2.Endocrinology | 3.Equipment: Quality Control | 4.Gastroenterology |  5.Infectious Diseases |  6.Nephro-Urology |  7.Oncology |  8.Orthopheadics | 9.PET/SPECT | 10.Pneumology |  11.Radiobiology |  12.Radiopharmacy |  13.Special Clinical Applications |  14.Neuropsychiatry |